5 de agosto de 2013

Continue caminhando

Imagem de Destaque

Permaneça firme e você verá a libertação

Jesus disse: "Vai, tua fé te salvou". No mesmo instante, ele recuperou a vista e foi seguindo Jesus pelo caminho (Mc 10,52).


A grande cura de Bartimeu se deu de imediato, mas creio que, ao longo do caminho, ele foi se formando como discípulo, até se tornar um grande apóstolo. A Bíblia não cita mais nada sobre ele, mas podemos imaginar o quanto este homem deve ter testemunhado sua cura e anunciado Aquele que o curou.

Nós também somos curados à medida que caminhamos, como o povo de Israel a caminho da Terra Prometida, quando se deparou com o Mar Vermelho (Ex 14,21-22).

Eles olham à frente o imenso mar e ao seu encalço o grande e poderoso exército do faraó. Tomados de espanto, invocam a Deus e murmuram com Moisés. O povo diz a ele: "Era melhor servir como escravos aos egípcios do que morrer no deserto" (Ex 14,12b). Mas Moisés respondeu ao povo: "Não temais! Permaneceis firmes e vereis a libertação!" 


Na verdade, ele pede três coisas muito difíceis ao povo: não ter medo, ter ânimo e crer que Deus dará a libertação. E o Senhor lhe diz (Ex 14,15): "Dize aos israelitas que se ponham em marcha", e assim se dá a grande libertação. Ele se põe a caminho do mar, atrás vem seu povo e, à medida que caminham, o mar vai se abrindo. Esta é a resposta de Deus para cada um de nós quando estamos diante do nosso "Mar Vermelho": continue caminhando e verás a libertação. Somos curados e libertos à medida que caminhamos.


Com os dez leprosos (Lc 17,11-19) aconteceu o mesmo. Naquela época, eles viviam totalmente separados da sociedade e das famílias, e formavam uma vida própria em vila, fora da cidade. Segundo os preceitos do Judaísmo, para que eles pudessem voltar para o convívio de todos era necessário que um sacerdote os examinasse e atestasse a cura. Jesus os curou e pediu que fossem se apresentar ao sacerdote. São Lucas diz que enquanto eles andavam, ficavam curados (Lc 17,14b).

Ao longo de meus anos de experiência e contato direto com as pessoas, tanto da minha comunidade como também por tantos lugares deste país e do mundo, tenho presenciado que conforme vamos caminhando, em comunidade, vamos sendo curados de nossas "lepras" e libertos de tantos cárceres que nos aprisionam: "É pela vossa perseverança que conseguireis salvar a vossa vida!" (Lc 21,19).

E assim as mãos de Deus vão nos moldando, restaurando e devolvendo a nossa originalidade de filhos. Imagem e semelhança de um Deus que é Amor.

Também aprendemos a vontade do Senhor para nossa vida, tornando-nos missionários desse Amor, doando ao próximo aquilo que de Deus recebemos. Como diz Santo Agostinho: "Deus só nos pede aquilo que Ele já nos deu".

Acredito que, dessa maneira, aconteceu com Bartimeu: ele teve o grande encontro consigo mesmo e com Jesus naquele dia. Mas era necessário ir de encontro ao próximo, dividindo ou doando tudo aquilo que recebeu d'Ele. O Mestre entrou e saiu de Jericó, mas ainda teve tempo suficiente para realizar um grande milagre e formar um verdadeiro discípulo.

Astromar Miranda Braga

(Extraído do livro "Tome a decisão! Lance fora a capa e mude a sua vida")

Postar um comentário