18 de janeiro de 2019

Hi perv. I recorded =?UTF-8?Q?you=20mas?=turbating! I have cap=?UTF-8?Q?tured=20'C?=uriboca Impelego.mp4'=?UTF-8?Q?!?=

ATTN: curiboca.impelego@blogger.com

THIS IS NOT A JOKE - I AM DEAD SERIOUS!

Hi perv,

The last time you visited a p0rnographic website with teens,
you downloaded and installed software I developed.

My program has turned on your camera and recorded
the process of your masturbation.

My software has also downloaded all your email contact lists
and a list of your friends on Facebook.

I have both the 'Curiboca Impelego.mp4' with your masturbation
as well as a file with all your contacts on my hard drive.

You are very perverted!

If you want me to delete both the files and keep the secret,
you must send me Bitcoin payment. I give you 72 hours for payment.

If you don't know how to send Bitcoins, visit Google.

Send 2.000 USD to this Bitcoin address immediately:

3CjyYQkdVtTgjWgMXE4VzMt1TpCMgyLndr
(copy and paste)

1 BTC = 3,580 USD right now, so send exactly 0.561528 BTC
to the address provided above.


Do not try to cheat me!
As soon as you open this Email I will know you opened it.

This Bitcoin address is linked to you only,
so I will know if you sent the correct amount.
When you pay in full, I will remove the files and deactivate my program.

If you don't send the payment, I will send your masturbation video
to ALL YOUR FRIENDS AND ASSOCIATES from your contact list I hacked.

Here are the payment details again:

Send 0.561528 BTC to this Bitcoin address:

----------------------------------------
3CjyYQkdVtTgjWgMXE4VzMt1TpCMgyLndr
----------------------------------------

You саn visit police but nobody will help you. I know what I am doing.
I don't live in your country and I know how to stay anonymous.

Don't try to deceive me - I will know it immediately - my spy ware is
recording all the websites you visit and all keys you press.
If you do - I will send this ugly recording to everyone you know,
including your family.

Don't cheat me! Don't forget the shame and if you ignore this message your
life will be ruined.

I am waiting for your Bitcoin payment.

If you need more time to buy and send 0.561528 BTC,
open your notepad and write '48h plz'.
I will consider giving you another 48 hours before I release the vid.

Anonymous Hacker

16 de janeiro de 2019

Como ser cristão no terceiro milênio?

Temos o dever de partilhar os valores do Evangelho neste terceiro milênio

Impacta sempre, e muito, a fugacidade do tempo. Nada tem força para deter a voracidade do tempo, que passa inexoravelmente. Só o horizonte da eternidade, para aqueles que têm a fé no Filho de Deus – Salvador e Redentor da humanidade – consola e é certeza da vitória definitiva sobre a fugacidade do tempo. As abordagens filosóficas e antropológicas sobre o tempo carregam riquezas preciosas, lições que, aprendidas, qualificam o existencial humano e dá ao tempo que passa sentido consistente. Desenham o horizonte de uma vida marcada para o desabrochamento que a eterniza.

Como ser cristão no terceiro milênio

Foto ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

Buscar uma qualificada razão para viver é dinâmica intrínseca da condição humana, com incidência não apenas no cotidiano de indivíduos, mas em toda a sociedade. Neste momento em que se completam duas décadas deste terceiro milênio, exercício indispensável é uma avaliação pessoal capaz de identificar quais mudanças são necessárias à própria vida. Com os instantes que transcorrem, marcados por incontáveis e impactantes avanços tecnológicos, torna-se urgente conceber equivalentes progressos humanísticos e espirituais, tão necessários a este tempo.

A realidade se sobrepõe a qualquer argumento ao demonstrar que os importantes avanços tecnológicos e cibernéticos são insuficientes para garantir qualidade de vida a todos. A base para a evolução da humanidade alicerça-se em pilares humanísticos e espirituais, que devem fazer frente a diferentes ideologias – linhas de pensamento que deterioram valores éticos e morais, resultando em graves prejuízos para todos. A perda desses valores gera intolerância, permissividade, desrespeito e desfiguração de identidades – de indivíduos e instituições – produzindo diferentes formas de violência.

É preciso buscar o que está faltando para reverter as dinâmicas que deterioram a vida humana, pois as duas primeiras décadas deste terceiro milênio ainda não ofereceram sinais de melhoras dos males que marcaram o século XX. Os processos educativos formais, até mesmo nos grandes centros acadêmicos e científicos, não estão dando conta de promover ampla qualificação humanística, com incidências transformadoras na realidade. Há, pois, nesse campo, insubstituível meta, que deve ser assumida por todos: promover e reconhecer a preciosidade da vida humana, razão pela qual o Verbo de Deus se fez carne e veio morar entre nós, para salvar a humanidade.


Todos têm responsabilidade nessa missão de promover os princípios éticos e morais. De modo especial, é tarefa dos cristãos superar disputas entre si, com ou sem razões confessionais, no sentido de oferecer ao mundo uma fonte inesgotável de valores humanísticos: a Palavra de Deus, que tem força para combater o relativismo defendido por ideologias, com a troca de certos princípios por uma liberdade ilusória. Ouvir e acolher o Evangelho produz frutos e qualifica a interioridade humana. Buscá-lo é atitude essencial para fazer da terceira década deste milênio bem mais do que simplesmente um tempo promissor.

Na escuta do Evangelho, vale dedicar-se de modo especial ao Sermão da Montanha, com a sua força transformadora. Quem busca essa Palavra coloca-se diante de Deus, em atitude de escuta que faz reverberar o sentido de fraternidade solidária, a partir da consciência de que todos são filhos de Deus. Ouvir a Palavra causa impacto, é uma experiência que permite aprender misticamente a imprescindível lição que vem do coração de Deus. "Ouvistes o que foi dito: amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem". O cristão tem, pois, uma grande contribuição a oferecer nesta corrida contra o tempo: partilhar os valores do Evangelho neste terceiro milênio.



Dom Walmor Oliveira de Azevedo

O Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, é doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana. Atual membro da Congregação para a Doutrina da Fé e da Congregação para as Igrejas Orientais. No Brasil, é bispo referencial para os fiéis católicos de Rito Oriental. http://www.arquidiocesebh.org.br


Fonte: https://formacao.cancaonova.com/atualidade/sociedade/como-ser-cristao-no-terceiro-milenio/

14 de janeiro de 2019

Quando oramos, o Espírito Santo nos é derramado

O Espírito Santo foi derramado, porque Jesus orou

"Quando todo o povo ia sendo batizado, também Jesus o foi. E estando Ele a orar, o céu se abriu e o Espírito Santo desceu sobre Ele em forma corpórea, como uma pomba; e veio do céu uma voz: "Tu és o meu filho bem-amado; em ti ponho minha afeição" (Lc 3,21-22).

Eu já tinha lido esses versículos inúmeras vezes, mas, até então, não havia despertado para esta verdade: "…estando Ele a orar, o céu se abriu". É a oração de Jesus que rasga o céu. Dessa vez, o raio parte da terra, fulgurante, atravessa o céu rompendo-o; e uma vez aberto, o céu derrama o que tem de mais precioso: o Espírito de Deus. O Espírito Santo foi derramado, porque Jesus orou. Quando oramos em nome do Senhor, Ele mesmo apresenta nossa oração ao Pai.

Quando oramos, o Espírito Santo nos é derramado

Foto ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

O Espírito Santo se derramou, em Pentecostes, porque também a comunidade orou e sua oração atingiu em cheio o céu. Dia e noite, o Reino dos Céus é arrebatado pelos violentos. Nossa oração violenta os céus! Santo Afonso de Ligório dizia que quem reza faz violência a Deus, mas é uma violência que Lhe agrada. Se quisermos ser cheios do Espírito Santo, precisamos ser violentos na oração, o que também quer dizer: rezar mais.

Oração pessoal

A vida de Jesus foi marcada pela oração. A multidão O cercava, mas Ele se retirava para rezar. Quando o tempo era escasso, Ele se levantava na madrugada para fazer Sua oração. Não tomou as grandes decisões de Sua vida sem antes ter dobrado os joelhos ante Aquele que O amava. Se a oração foi necessária a Jesus, ela é muito mais a nós. Reclamamos que a vida é dura conosco e que nos fere, mas isso acontece com todas as pessoas; também foi assim com o Senhor, e foi na oração do Horto que o Pai O consolou e curou. Toda a nossa salvação está na oração.

Um dia, quando São Boaventura terminava a pregação, um homem o tomou pelo braço – era São Tomás de Aquino – e foi lhe dizendo: "Não te deixarei até que me digas de que fonte bebes, qual a tua biblioteca, onde buscas tanta sabedoria, pois até hoje tudo o que falaste, falaste muito bem. Não te largo até que me contes".

Então, Boaventura o conduziu à sua cela e, correndo uma cortina, pôs-se a dizer: "Aqui está a fonte em que bebo e minha sabedoria. Eis a minha biblioteca". Tomás replicou: "Mas é tão parecida com a minha!". Atrás da cortina havia apenas um crucifixo e um genuflexório. Quem deixa a oração por causa do estudo não busca a Deus, mas a si mesmo. Deus ensina muitas verdades a quem se deixa instruir por Ele na oração. Se quisermos ser cheios de Deus, precisamos estar a Seus pés.

Lembro-me de Maria sentada aos pés de Jesus enquanto Marta, sua irmã, ocupava-se dos afazeres da casa. Marta queria que Jesus estivesse numa casa agradável, com cheirinho de limpeza, e comesse uma bela refeição, mas não tardou muito a se indignar com sua irmã esparramada aos pés do Senhor, enquanto ela se matava de trabalhar. Foi tanta a sua irritação, que pôs de lado Maria e virou-se para Jesus: "Não te importas que eu esteja aqui a tentar te agradar e minha irmã fique sentada a falar contigo?".

Ao que Jesus responde sorrindo: "Marta, Marta, tu te preocupas com tantas coisas e não te preocupas com o necessário. Maria escolheu a melhor parte e isso não lhe será tirado". Penso que Jesus, muitas vezes, nos vê perdidos entre tantos pedidos, uns mais, outros menos necessários, e sorri a dizer o nosso nome: "Se tu soubesses… Ocupas-te com tantas coisas e te perdes em tantos pedidos que te esqueces de pedir o essencial: o Espírito".

Quem está cheio do Espírito Santo tem tudo, mas o que dele está vazio, ainda que tenha muito, nada tem. Tempo é uma questão de prioridade. Vemos quanta importância damos a Deus pelo tempo que Lhe dedicamos. As desculpas acabam por ser sempre as mesmas: cansaço, pouco tempo, trabalho, marido, filhos etc. É estranho! Temos tempo para tudo, exceto para Aquele que nos deu todo o tempo. Na verdade, não é falta de tempo, mas de amor.

Este é e será o maior desespero no inferno: o poder ter alcançado a salvação com facilidade, pedindo as graças necessárias. E agora os que foram condenados não têm mais tempo de rezar. Seja fiel! Nunca negligencie o seu tempo de oração e verá, em pouco tempo, os resultados. O Senhor nos ama, quer nos consolar e derramar generosamente Suas bênçãos sobre nós. Se nos aproximarmos Dele pela oração, mais ainda Ele se aproximará de nós. Santa Teresa d'Ávila ensina: "Quem pede recebe, mas quem não pede não recebe…". Há momentos em que Deus está apenas esperando que, pela oração, venhamos a aderir à Sua vontade para nos socorrer.

A oração comunitária

O objetivo da vida cristã é a aquisição do Espírito, dizia Serafim de Sarov, mas o "Espírito Santo gosta de se derramar no meio da comunidade" (Santo Afonso). Rezar em casa não é a mesma coisa que rezar na Igreja. A oração pessoal é importante, mas não basta. Há graças que Deus nos concede mediante nossa oração pessoal, mas há outras que Ele nos quer dar quando estamos rezando em comunhão com outras pessoas, no seio da comunidade.

Basta observar que, quando o Espírito foi derramado em Pentecostes, os discípulos se encontravam reunidos e perseveravam unanimemente em oração, juntamente com as mulheres, entre elas Maria, mãe de Jesus, e os parentes d'Ele. Jesus ensina que o que pedirmos em comum acordo ao Pai do Céu, em Seu nome, Deus no-lo dará.

Precisamos estar de acordo, unidos de coração e com o mesmo ânimo, saber o que quer nossa comunidade e o que queremos também nós. "Se alguém de vós quer sabedoria, peça-a a Deus – que a todos dá liberalmente, com simplicidade e sem recriminação – e ser-lhe-á dada. Mas peça-a com fé, sem nenhuma vacilação, porque o homem que vacila assemelha-se à onda do mar, levantada pelo vento e agitada de um lado para o outro. Não pense, portanto, tal homem que alcançará alguma coisa do Senhor, pois é um homem irresoluto, inconstante em todo o seu proceder" (Tg 1,5-8).

Não ponha em dúvida se é ou não verdade, aceite com fé as Palavras do Senhor, porque Ele, que é a verdade, não mente. Outra necessidade é perseverar em comunidade, na oração, pedir, procurar, bater à porta de Deus. Ele quer que sejamos insistentes.


Você tem um poder sobre Deus, sobre o Espírito Santo: o poder de pedir. Num primeiro momento, pode parecer pouca coisa, mas não é. A oração é uma arma poderosa. O homem que reza é um homem poderoso, pois faz seu o poder que é de Deus. O Senhor se apressa em ouvir a oração do justo, e vale a pena dizer que, aqui, o justo se identifica com o homem e a mulher de fé, com aqueles que aceitaram Jesus como o Senhor de sua vida e foram por Ele justificados.



Márcio Mendes

Nascido em Brasília, em 1974, Márcio Mendes é casado e pai de dois filhos. Ex-cadete da Academia da Força Área Brasileira, Mendes é missionário da Comunidade Canção Nova, desde 1994, onde atua em áreas ligadas à comunicação. Teólogo, é autor de vários livros, dentre eles '30 minutos para mudar o seu dia', um poderoso instrumento de Deus na vida de centenas de milhares de pessoas.


Fonte: https://formacao.cancaonova.com/espiritualidade/vida-de-oracao/quando-oramos-o-espirito-santo-nos-e-derramado/

11 de janeiro de 2019

Busque sua libertação pela Palavra de Deus

Pela graça da Palavra de Deus você pode encontrar a libertação que tanto necessita

A libertação da nossa vida acontece por meio da Palavra de Deus. Foi assim desde o início da missão de Jesus. Ele veio para curar todas as doenças que trazemos dentro da nossa genealogia, dos nossos antepassados, da nossa árvore genealógica e, até mesmo, do ventre materno. Jesus vem curar todas as doenças que entraram na nossa vida por conta do nosso pecado.

Busque sua libertação pela Palavra de Deus

Foto ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

Vejamos, como exemplo, a cura da hemorroíssa: essa mulher sofria há doze anos de uma doença para a qual ela tinha procurado a cura e gastado todo seu dinheiro com os médicos e, esses, não a tinham curado. Agora, ela encontra a Jesus. E ela vai ver Jesus. E, ao ver Jesus, ela é curada. Jesus sente que sai uma força d'Ele. E essa força é o que cura essa mulher. Ela, pela fé, tomou posse; e a maldição que pesava sobre ela foi quebrada. Essa é a pior doença relatada na Sagrada Escritura, porque o livro do Levítico (cf. Lv 15, 25-27) diz que quando uma mulher estava com sangramento, ela tornava-se maldita, e tudo o que ela viesse a tocar tornaria-se, também, maldito.

Muito maior do que o sangramento, do que a doença dessa mulher, era exatamente a humilhação de viver isolada, longe dos seus filhos, longe do seu marido, longe da sociedade e sem poder tocar em nada, porque, tudo o que ela tocasse, se tornaria maldito.

No caminho, Jesus estava indo à casa de Jairo, onde a filha de Jairo estava morta. Ela tinha doze anos, e Jesus chega e diz: "Talitá, cum!" (Menina, levanta-te!); e a menina levanta imediatamente. A doença leva à morte. Jesus leva à vida!

Jesus é a cura. O nome de Jesus já diz: "Ele é o Salvador". E a palavra "salvador", no grego, significa "aquele que vem trazer a cura". Cura do corpo e da alma. Jesus é Aquele que vem para quebrar toda a maldição de doença que se encontra no ser humano.

Essa hemorroíssa representa todas as gerações antes de Jesus Cristo, ou seja, as doze tribos de Israel. A filha de Jairo, por sua vez, representa todas as gerações até a última vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo, ou seja, a geração apostólica. Então, a cura em Jesus é para todos aqueles da nossa família que nos antecederam. É, também, para todos aqueles que virão depois de nós até à última vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo. A Bíblia deixa isso muito claro!


Oração

Eu estendo as minhas mãos sobre você agora e, em nome de Jesus, pelo poder de todas as chagas do Senhor, pelo poder do Sangue de Jesus aspergido em cada uma dessas chagas, eu ordeno que toda doença física, toda célula cancerígena, toda bactéria de infecção, todo tumor, toda doença degenerativa, toda e qualquer doença que esteja no seu corpo, nos ossos, nos músculos, na pele, na carne, na corrente sanguínea, toda doença diagnosticada, em tratamento ou desconhecida, que ela se retire agora da sua vida e vá aos pés da Cruz de Cristo, e que você receba o milagre. Nesse ato de fé eu ordeno, a toda central de distribuição de células cancerígenas, que ela seja agora cancelada em nome de Jesus. Que você receba o milagre em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Deus o abençoe. E que por essa graça da Palavra de Deus, você encontre a cura e a libertação que tanto necessita.



Ironi Spuldaro

Ironi Spuldaro é Membro do CAE (Comissão de Ação Evangelizadora) da diocese de Guarapuava. Membro do conselho diocesano, estadual e nacional da RCC (Renovação Carismática Católica) movimento do qual participa desde 1987. Ironi exerce o ministério de pregação em todo o Brasil e em outros países, como Argentina, Paraguai, Bolívia, Estados Unidos, Itália, Coréia do Sul, Inglaterra e Suiça. Fundador da Missão Há Poder de Deus, escritor e apresentador do Programa Há Poder de Deus.

Site: www.ironispuldaro.com.br


Fonte: https://formacao.cancaonova.com/espiritualidade/cura-e-libertacao/busque-sua-libertacao-pela-palavra-de-deus/

9 de janeiro de 2019

E quando só Deus é a resposta para os questionamentos da vida?

Quando só Deus é a resposta?

"Digo-vos ainda isto: se dois de vós se unirem sobre a terra para pedir, seja o que for, consegui-lo-ão de meu Pai que está nos céus. Porque onde dois ou três estão reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles" (Mt 18,19-20).

Por que eu perco todas as pessoas que amo?
Por que as coisas nunca dão certo para mim?
Por que eu estou passando necessidades?
Por que eu estou sofrendo?
Por que me sinto tão infeliz?
Por que eu fui traído?
Por que tive de passar por todas aquelas coisas quando era criança?

E quando só Deus é a resposta para os questionamentos da vida?

Foto ilustrativa: Paula Dizaró/cancaonova.com

Essas e outras perguntas levaram muitas pessoas ao desespero. Há momentos da nossa vida em que a dor é tão aguda que nada parece responder às necessidades que temos. Onde encontrar a resposta que faz calar o coração? Nem sempre as perguntas podem ser respondidas com palavras. Há casos cuja solução é humanamente impossível, como, por exemplo, a morte de alguém ou uma doença incurável. Essa é a hora em que só Deus é a resposta. A resposta pode ser um milagre. Ela existe! Mas cada pessoa precisa buscá-la pessoalmente, e o lugar do encontro é a oração.

Deus pode e quer nos dar tudo o que necessitamos para sermos felizes. Se, muitas vezes, não recebemos, é porque não pedimos – temos dificuldade de acreditar que Ele nos atenderá. Deus não nos quer atender se não tivermos a certeza de sermos atendidos por Ele: "Tudo é possível ao que crê". Não há limites! Para Deus, tudo é possível. Se os nossos problemas nos superaram, eles não superam Deus. Se perdemos o domínio da situação, Deus não o perdeu. Ele é o Senhor de tudo e de todos.

A oração é uma chave que abre as portas do Céu. Deus se comprometeu conosco e empenhou a Sua Palavra, já não pode voltar atrás. Ainda que os montes se abalem e as colinas mudem de lugar, Ele permanecerá fiel. Mesmo que passem o Céu e a Terra, Ele não nos abandonará! Deus o ama e por isso lhe é fiel. Ele sabe do que você precisa e vem em seu socorro neste exato momento.


Não são poucas as pessoas que custam a crer que Deus vai ajudá-las. Até acreditam que Ele é bom, acreditam também que é poderoso para fazer o que quiser. Pensam e aceitam que Deus fará bem a toda gente, mas não conseguem acreditar que fará a elas. Na verdade, não se sentem amadas por Ele.

Se lhes perguntarmos o porquê, a resposta não demorará a vir: "Depois de tudo o que já fiz na vida… Eu não mereço… Os meus pecados são muitos." A Palavra nos garante: "Se formos infiéis, Ele continua fiel, e não poderá desdizer-se" (2Tm 2,13b). Ainda que tenhamos pecado e caído na infidelidade, Deus continua ao nosso lado e nos convida a voltar para Ele a fim de recebermos Seu amor. Ele veio para os pecadores e para os doentes, veio para quem precisa d'Ele.

E você? Precisa de Deus? O Senhor o ama e quer demonstrar o quanto. Permita que isso aconteça! Aproxime-se do Senhor, confiantemente, pela oração, e verá o que realmente é verdade. Vive bem quem reza bem! Abra seu coração para ser amado e amar por meio da oração. Agora é um bom momento para começar esta nossa caminhada de oração, e se você já a começou, será ainda melhor. Poderá lançar mais profundamente suas raízes no terreno fértil, úmido e quente de uma conversa amorosa com Deus.

Trecho do livro "Quando só Deus é a resposta", de Márcio Mendes.




Márcio Mendes

Nascido em Brasília, em 1974, Márcio Mendes é casado e pai de dois filhos. Ex-cadete da Academia da Força Área Brasileira, Mendes é missionário da Comunidade Canção Nova, desde 1994, onde atua em áreas ligadas à comunicação. Teólogo, é autor de vários livros, dentre eles '30 minutos para mudar o seu dia', um poderoso instrumento de Deus na vida de centenas de milhares de pessoas.


Fonte: https://formacao.cancaonova.com/espiritualidade/vida-de-oracao/e-quando-deus-e-resposta-para-os-questionamentos-da-vida/

8 de janeiro de 2019

Caution! Attack hackers to your account!

Hi, stranger!

I hacked your device, because I sent you this message from your account.
If you have already changed your password, my malware will be intercepts it every time.

You may not know me, and you are most likely wondering why you are receiving this email, right?
In fact, I posted a malicious program on adults (pornography) of some websites, and you know that you visited these websites to enjoy
(you know what I mean).

While you were watching video clips,
my trojan started working as a RDP (remote desktop) with a keylogger that gave me access to your screen as well as a webcam.

Immediately after this, my program gathered all your contacts from messenger, social networks, and also by e-mail.

What I've done?
I made a double screen video.
The first part shows the video you watched (you have good taste, yes ... but strange for me and other normal people),
and the second part shows the recording of your webcam.

What should you do?

Well, I think $638 (USD dollars) is a fair price for our little secret.
You will make a bitcoin payment (if you don't know, look for "how to buy bitcoins" on Google).

BTC Address: 1GjZSJnpU4AfTS8vmre6rx7eQgeMUq8VYr
(This is CASE sensitive, please copy and paste it)

Remarks:
You have 2 days (48 hours) to pay. (I have a special code, and at the moment I know that you have read this email).

If I don't get bitcoins, I will send your video to all your contacts, including family members, colleagues, etc.
However, if I am paid, I will immediately destroy the video, and my trojan will be destruct someself.

If you want to get proof, answer "Yes!" and resend this letter to youself.
And I will definitely send your video to your any 11 contacts.

This is a non-negotiable offer, so please do not waste my personal and other people's time by replying to this email.

Bye!

7 de janeiro de 2019

A santidade só acontece quando amamos Deus verdadeiramente

O amor unicamente humano não é capaz de sustentar a busca pela santidade

A verdade é que só se é capaz amar de verdade quando se reconhece a segura fonte de amor. Há um tempo, peguei-me pensando sobre a realidade da busca pela santidade, da luta contra o pecado. Por que é tão difícil se manter fiel? Por que sempre caímos nos mesmos erros e pecados, e, às vezes, deixamos para trás longos tempos de afinco e dedicação na construção da santidade?

O amor unicamente humano não é capaz de sustentar o desejo de pureza e retidão. O amor pela obra, pelas coisas de Deus, pelas pessoas de Deus ainda não é suficiente para sustentar o desejo de permanecermos firmes na busca pela plena vontade de Jesus. Só é capaz de nos sustentar, de nos manter firmes e perseverantes o amor cultivado pelo próprio Deus.

A santidade só acontece quando amamos verdadeiramente a Deus

Foto ilustrativa: Paula Dizaró/cancaonova.com

É normal para nós, que acabamos de chegar em uma vida de relacionamento com Deus, encantarmo-nos pela obra d'Ele, pelas pessoas d'Ele, por tudo que há, aqui nesta terra, criado por Ele. Isso é normal, e isso é bom! No Salmo 50,2, lemos: 'Desde Sião, perfeita em beleza, Deus resplandece', ou seja, tudo isso reflete a beleza de Deus, tudo isso nos apresenta um pouco da beleza d'Ele, revela-nos o Senhor, mas não é o próprio Deus!

A busca por fazer a vontade de Deus e busca pela santidade só começam a tomar um corpo e se tornar consistente quando é feita não para que as coisas sejam vistas, mas para que o amor a Deus seja manifestado! Mas calma! Isso lhe parece difícil? Sim, não é fácil mesmo não! Por isso, precisa ser cultivado. As virtudes começam a ser conquistadas a partir desse amor, desse desejo de ser fiel, de ser melhor para Deus e, consequentemente, para os irmãos. No fundo, no fundo, é simples! Pier Giorgio Frassati tem uma frase que eu gosto muito, em que ele diz: "Viver e não fingir que se vive". Acho que santidade poderia se resumir nessa frase…

Muitas vezes, e isso é comum no processo de maturidade espiritual, simulamos uma santidade desencarnada e não vivida. Criamos máscaras e parecemos muito bons diante das pessoas. Fingimos que vivemos, fingimos que buscamos, e o pior, fingimos que acreditamos em nós mesmos! Há um ditado muita famoso que diz: "O pior cego é aquele que não quer enxergar". Aí, nesta frase, eu defino o pecado! Nós pecamos, erramos o alvo, deixamo-nos levar pela correnteza do mundo, mas, pior do que isso tudo, é não reconhecermos que somos pecadores! Pior que isso tudo é não irmos atrás da realidade que pode mudar a nossa circunstância: a verdade.


A confissão é um ato de verdade. Nela, deixamos de fingir, somos quem somos e, por amor a Deus, queremos voltar, voltar a construir esse caminho de santidade! Um dia, em uma conversa com uma irmã e amiga de comunidade, ouvi que santidade é ser quem eu sou. Sempre volto nisso, em entender que "eu sou" filho, e essa é a primeira atitude que deve reger a minha vida e o meu relacionamento com Deus. Aí, então, eu vou amá-Lo não pelo que ele tem ou oferece, mas pelo que Ele é. Não terei forças para ofendê-Lo, por que o amor supera a dor, o temor e o pecado!

Só o amor é capaz de revelar quem eu sou e me levar à santidade. Termino com a mesma frase que eu comecei: a verdade é que só se é capaz de amar de verdade quando se reconhece a segura fonte de amor. Aí está o segredo, reconhecer a verdadeira fonte de amor!

Pedro Augusto Pinheiro 
missionário da Comunidade Canção Nova


Fonte: https://formacao.cancaonova.com/espiritualidade/vida-de-oracao/a-santidade-so-acontece-quando-amamos-deus-verdadeiramente/