23 de março de 2011

Podemos encontrar um tesouro nas estradas da vida

Imagem de Destaque

Ninguém passa por nós sem deixar algo de si
Nas estradas da vida, encontrar os tesouros...

"Quem encontrou um amigo, encontrou um tesouro".

Ao longo da vida, tive amigos que me defenderam na escola.

Tive também amigos que me fizeram persistir naquilo em que eu acreditava, e mesmo quando não tinha mais condições de acreditar em meus sonhos, eles me ajudaram a recomeçar e novamente a sonhar...

Tive amigos que, muitas vezes, acreditaram que eu poderia dar mais, que eu poderia ser mais, que eu poderia ser aquilo que Deus sonhou para mim.

Tive amigos especiais, os do céu e os da terra, que me ensinaram a amar. Amar com gestos concretos. Amar nos momentos ordinários da vida e nos momentos de grandes tribulações. Amar quando não se quer amar...

Tive amigos inesquecíveis que se alegraram comigo em minhas vitórias e no dia da minha angústia choraram comigo.

Tive amigos que disseram tudo, quando nem mesmo abriram a boca, mas sim pelo único fato de estarem presentes.

Tive amigos que passaram e outros que permaneceram, mas como já ensinava o pequeno príncipe: "Ninguém passa pela nossa vida e não deixa algo de si dentro de nós", cada um desses amigos são, portanto, marcas do eterno dentro de mim, o passado e o presente sempre num único instante.

Continuo percorrendo as estradas da vida, ora avançando, ora recuando, mas sempre procurando novos tesouros... Quem sabe eu o encontre por aí.

Lúcio Domício
Comunidade Canção Nova

Postar um comentário