15 de julho de 2010

Quem ama transpõe barreiras

Imagem de Destaque

Isso significa dar um salto de qualidade
A palavra "transpor" inspira a superação de algo que atravessa o nosso caminho. Por exemplo, para se chegar do outro lado de um rio, você precisa atravessá-lo, isso é transpor as águas correntes à sua frente. Você pode fazê-lo nadando ou utilizar-se de um barco, e assim por diante. Transpor sempre requer um esforço pessoal, a utilização de força de vontade, uso de ferramentas e até desenvolver uma estratégica correta para vencer o obstáculo.

Na vida de um casal de esposos, de noivos ou de namorados, existem situações diárias a serem transpostas; o mesmo vale na criação e educação dos filhos, no caso dos casados. Na verdade, a vida é um constante movimento de transposição, que requer esforço e dedicação para se chegar lá. E o que move este dínamo, que gera a força necessária para se conseguir transpor, é o amor. Quem ama de verdade busca no próprio amor a capacidade de transpor as barreiras, até do próprio relacionamento. Quem ama é criativo nisso e se utiliza de ferramentas como a paciência, a aceitação das limitações do outro, a coragem de ser verdadeiro e buscar um diálogo franco.

Quem ama sempre tem uma estratégica no coração para contornar situações difíceis, estratégica esta sempre estruturada no perdão e na misericórdia. Quem ama perdoa com facilidade e está sempre disposto a recomeçar o relacionamento "transpondo" a si próprio e colocando como sentido de sua vida o viver para o outro. Transpor significa dar um salto de qualidade, elevar-se como pessoa, se humanizar cada vez mais buscando a verdadeira felicidade, que está na conquista de si mesmo, no domínio dos instintos de autoridade e de violência, que estão sempre querendo sobressair em nossos relacionamentos.

Pense nesta semana naquelas coisas que você precisa transpor. Veja que Deus derrama o Seu Espírito Santo como sopro, que empurra a nossa vida nesta direção: transpor todas as barreiras que a vida nos oferece, até que um dia vamos transpor o céu e encontrar o nosso lugar definitivo: Deus.

Deus o abençoe!

Diácono Paulo Lourenço
blog.cancaonova.com/dianocopaulo

Postar um comentário