19 de setembro de 2018

Quais são as prioridades para uma família ser santa?

A família precisa ter momentos juntos de oração

Diariamente, vivemos, na nossa casa, situações em família, e precisamos tomar decisões: "Os filhos vão à festa de aniversário do amigo da escola?", "Vão sair?", "Como serão as próximas férias?".

Há também situações que são preciosas para o fortalecimento da família, como ir à Missa, ter momentos de orações individuais e também em família. Guardo, em meu coração, uma frase de São João Paulo II sobre a importância da oração dentro de casa: "Não esqueçais que a oração em família é garantia de unidade num estilo de vida coerente com a vontade de Deus".

Quais-as-prioridades-para-uma-família-ser-santa

Foto: Arquivo Pessoal (Paula Freitas)

Oração em família

Responda para você mesmo: "Você consegue rezar junto com sua família?".

A maioria das famílias, hoje, não reza. Há também muitos que rezam. Os que já aderiram a essa prática, continuem, não desistam! Mas os que ainda não conseguiram, deixo aqui o convite: comecem agora!

Você pode estar pensando: "Paula, eu sou uma pessoa boa, minha família é do bem, está tudo certo na minha casa, mas eu não rezo!". Se você já é uma boa mãe, imagina com a oração, ficará melhor ainda! Se você é um bom pai, será um superpai, muito melhor para seus filhos!

Se sua família já vai à Missa aos domingos, está aí uma grande vitória. Podemos, no entanto, receber mais graças se fizermos da nossa vida uma oração. Além de participarmos das Missas aos domingos e dias santos, como nos orienta a Igreja, podemos receber mais graças ainda se fizermos da nossa vida uma oração.

Não é ficar o dia inteiro de joelhos na igreja. Isso nem Deus quer! O Evangelho é oração e ação. O fundador da Canção Nova, monsenhor Jonas Abib, sempre nos ensinou que podemos orar ao ritmo da vida. Em casa, no serviço doméstico, no trabalho, sempre oferecendo ao Senhor o que estamos fazendo. Oração ao ritmo da vida. Cuidando das crianças, educando-as com o coração voltado para Deus, e assim você já está orando. Você pode não estar percebendo, mas você está orando.


Sem a caminhada fica mais difícil. Por isso, deixo a você uma dica: "Não sei o que você está passando em seu lar, se é a doença que visitou sua vida, se é uma traição. Mas acredite: o que vai sustentá-lo e mantê-lo firme para vencer todas as dificuldades do cotidiano é a oração".

Em 2015, estive na abertura de um Grupo de Oração para Famílias, em Belém (PA). Foram dois dias de orações e palestras para as famílias. Quanta riqueza nas partilhas! Famílias inteiras participando, rezando por sua casa e escolhendo colocar Deus dentro de seu lar.

Fica a dica

Eu dizia a eles e repito a vocês:

– A oração precisa ser prioridade para a nossa casa;

– Todos nós precisamos rezar mais;

– Homens, vocês precisam ser homens de oração;

– Mulheres, vocês precisam ser mulheres de oração;

– A nossa família precisa ser uma família de oração;

– Família que crê tem sabor diferente.

Temos tempo para tudo, até para o que não é construtivo. Sabemos que tempo é questão de preferência; então, decida-se pela oração!

 


Paula Guimarães

Paula Guimarães é missionária da Comunidade Canção Nova, administradora, jornalista, apresentadora da TV Canção Nova e mestre em Comunicação
e Semiótica pela PUC-SP. Ela é autora dos livros "Como ser feliz em família – 15 passos para encontrar felicidade em seu lar", "Esperança, cadê você? O que fazer para não entrar em desespero" e "TV Canção Nova – A vida por trás das câmeras" pela Editora Canção Nova.

Postar um comentário