1 de novembro de 2007

Reflexões sobre o Dia de Finados


É, chega um dia em que Finda o tudo terreno, para aqueles que crêem apenas e tão sómente nas coisas relacionadas com o Plano Terra.

Claro que as opiniões divergem, mas os rituais, no fundo, no fundo são muito semelhantes no mundo inteiro.

Uns fazem um imenso altar, reúnem a familia e outros convidados, colocam flores, incenso, mirra, e depois incendeiam tudo para que o FINADO, possa ir em direção aos Céus em forma de uma nuvem de fumaça e também para que o mais rápidamente possível, desencarne.

Outros simplesmente enterram e comentam: Do pó vieste, ao pó retornarás... E outras palavras já copiadas de outras crenças. Enfim... Terra é Terra e volta para Terra.

Há quem ainda MUMIFIQUE seus mortos e os coloquem em mausoléus imensos, como faziam os egipcios.

Mas, e os MORTOS ou os FINADOS, como ficam???

Eu de vez em quando fico pensando como será este momento e por mais que a gente queira preparar a família, os amigos e as pessoas mais chegadas a nós, elas NUNCA CRÊEM que vamos morrer, afinal é besteira pensar nisto.

Engraçado, não é??

Se todos morrem porque nós não iremos morrer???

O que sustenta este sentimento de eternidade naqueles que nos são próximos?

Será que isto é um exemplo de Amor ou será que isto é apenas e tão somente um desejo de sermos sempre aquilo que os outros imaginam que somos?

Então vamos fazer o seguinte, imaginar o que os outros imaginam que nós somos.

Taí uma coisa muito difícil da gente saber, e será que vale a pena?
Levaremos isto conosco quando partirmos ou quando finarmos?

Boa esta, dá até um nó na nossa cabeça, ficarmos imaginando isto ou aquilo em relação a este momento sagrado, eterno e que irá acontecer com todos.


O que afinal nos espera???

Uns dizem que é Luz, Paz, Amor.

Mas se ninguém voltou para contar o que É, como podemos saber?
Quem já teve experiências de pré morte, pode até dar alguma explicação.

Mas no geral, está aí uma coisa que ninguém ou quase ninguém pode afirmar.

Bem, estamos vivos e assim desejo a todos um bom dia, bom feriado, paz, luz e amor.

Só uma coisa, meu último desejo, no dia em que eu partir, é que todos os que ficarem e que me conhecem façam-me o favor de não ficarem tristes, afinal eu deixei de fazer parte do Vosso convívio aqui na Terra, mas tenho a certeza que irei reencontrar os que partiram antes de mim e me aguardam. Assim, saibam que estarei também a Vossa esper; claro que alguns irão para outros planos e têm até outros planos mesmo aqui, na Terra, mas os que são afins... sabem, há FIN...ados...

Até breve sempre!!!

ERMITÃO DA PICINGUABA

Sempre Deixe Seu Recado!!!
Postar um comentário